Trajetória Política

Roberto Turchi Morais nasceu em 29 de julho de 1959 no bairro do Recreio, na cidade de Charqueada, interior de São Paulo. Filho de Roberto Morais (in memoriam) e Julieta Turchi de Morais (in memoriam), começou a trabalhar muito cedo, ajudando seu pai nas tarefas do pequeno armazém da família. Aos 17 anos, iniciou suas atividades em programas esportivos e de serviço público na Rádio Difusora de Piracicaba, sempre acompanhando os jogos do XV de Novembro de Piracicaba, uma de suas paixões.

Abraçando definitivamente o jornalismo como profissão, Roberto Morais mantém hoje o programa diário “Manhã da Onda”, na Rádio Onda Livre AM de Piracicaba, o programa “Esporte Livre”, veiculado ao vivo toda segunda-feira pela TV Beira Rio e, ainda, escreve semanalmente para a coluna de esportes do Jornal de Piracicaba. Morais, também é autor do livro “Jornada Política”.

Lutando por uma participação mais ativa na busca de soluções para os problemas sociais, Roberto Morais ingressou na política e elegeu-se, em 1992, pelo Partido Popular Socialista (PPS), vereador de Piracicaba pela primeira vez. Em 1996 concorreu à reeleição e foi eleito como o vereador mais votado de toda a história política de Piracicaba.

Consciente de que poderia ampliar sua atuação e conseguir ainda mais para toda a região de Piracicaba, candidatou-se a Deputado Estadual numa campanha vitoriosa que lhe deu o direito de ocupar uma cadeira na Assembléia Legislativa do Estado de São Paulo, em 1998, pelo PPS. Foi reeleito em 2002, 2006 e 2010.

Sua forte atuação política, o levou a ocupar várias e importantes funções no Parlamento Paulista.  Roberto Morais foi 3º Secretário da Mesa Diretora da Assembléia Legislativa; relator da CPI dos Pedágios; vice-presidente da CPI que investigou deficiências e abusos no sistema prisional do Estado de São Paulo; membro do Conselho Deliberativo do Instituto do Legislativo; presidente da Comissão de Assuntos Municipais (por duas vezes) e presidente da CPI que investigou a “Guerra Fiscal”. Ainda foi membro das Comissões Permanentes de Constituição, Justiça e Redação; de Relações do Trabalho; de Fiscalização e Controle; e de Transportes. Por cinco anos foi líder da bancada do PPS na Assembléia Legislativa.

Seu trabalho transparente e seus compromissos cumpridos fizeram com que a ONG Voto Consciente o avaliasse como o segundo melhor Deputado Estadual de São Paulo. O reconhecimento também veio de vários municípios da região que lhe concederam o Título de Cidadão de: Piracicaba, Barra Bonita, Rafard, Saltinho, Rio das Pedras, Laranjal Paulista, Santa Maria da Serra, Mombuca e São Pedro.

Leis de autoria do Deputado Roberto Morais permitiram que entidades assistenciais de Piracicaba recebessem o título de utilidade pública estadual, consequentemente aumentando os recursos para a manutenção e o desenvolvimento dos trabalhos realizados. Para a saúde, aprovou leis que garantiram ações de apoio para os portadores de Síndrome de Down, Síndrome de RETT, Fibrose Cística e doenças metabólicas hereditárias. Também é dele o Projeto de Lei de isenção de ICMS nos produtos alimentícios para diabéticos e para caminhoneiros autônomos.

Roberto Morais foi o Deputado que propôs ao Governo do Estado a criação do Aglomerado Urbano de Piracicaba, que envolve 22 municípios e tem Piracicaba como sede, escolhida por sua força regional política.

Hoje, Roberto Morais, representa a Assembléia Legislativa como membro efetivo do Conselho Consultivo da Agência Reguladora de Serviços Públicos delegados de Transporte do Estado de São Paulo (Artesp). Na Assembleia Legislativa é o presidente da Comissão Permanente de Assuntos Metropolitanos e Municipais; e também integra as seguintes comissões: de Fiscalização e Controle; de Transportes e Comunicações; de Saúde e de Infraestrutura.