Notícias

Escola do bairro Santa Fé recebe o nome de Dom Eduardo Koaik

Será realizado amanhã (30 de maio), às 9h, o descerramento da placa de denominação da Escola Estadual do bairro Santa Fé, que terá oficialmente o nome do terceiro bispo diocesano de Piracicaba Dom Eduardo Koaik. Além de membros da Diocese, moradores, alunos, professores e autoridades, a cerimônia contará com a presença do deputado estadual Roberto Morais, autor do projeto na Assembleia Legislativa que possibilitou essa homenagem.

 

“A Diocese que completará 70 anos em 2014 nos procurou com a proposta de homenagear essa grande pessoa que foi o bispo Dom Eduardo Koaik, neste ano festivo. Achamos justo e apresentamos esse legítimo projeto na Assembleia do Estado que aprovou a iniciativa. Agora temos a oportunidade de não só homenagear esse homem que tinha como lema episcopal “Construir na Caridade”, mas também a comunidade do Santa Fé 1 que terá esse privilégio”, explicou Roberto Morais.

 

Localizada na Rua Araçuaí, 35, a Escola Estadual do bairro Santa Fé atende cerca de 250 alunos do Ensino Fundamental Integral, 6º ao 9º ano, e do Ensino Médio Integral. Para o vice-diretor da escola, Fábio José Fermino, a denominação agradou a todos.

 

“Para toda a comunidade ligada a escola é um grande orgulho recebermos o nome de uma pessoa tão especial e que ficou marcada pelo seu envolvimento com questões sociais e, principalmente, com as crianças carentes”, disse Fermino.

 

 

Bispo Dom Eduardo Koaik

 

Dom Eduardo Koaik, nasceu em Manaus no dia 28 de agosto de 1926. Foi bispo-auxiliar do Rio de Janeiro quando, no dia 7 de dezembro de 1979, o Papa João Paulo II transferiu-o para Piracicaba, atendendo pedido de Dom Aníger Francisco de Maria Melillo que, com problemas de saúde, solicitou um bispo coadjutor. 

 

Tomou posse no dia 28 de fevereiro de 1980 como Bispo Coadjutor com direito à sucessão e Administrador Apostólico “Sede Plena”. Com a renúncia de Dom Aníger em 11 de janeiro de 1984, tornou-se o terceiro Bispo Diocesano de Piracicaba.

 

Administrou a Diocese por mais de 22 anos, tendo realizado um profícuo trabalho pastoral e social. Construiu os seminários teológico, filosófico e propedêutico, ordenou 34 padres diocesanos e 33 diáconos permanentes. Criou 17 novas paróquias, cinco quase-paróquias e dois santuários marianos. Dom Eduardo faleceu no dia 25 de agosto de 2012.

Publicado dia 29/05/2014

Mais Notícias

VEJA TODAS